O GRUPO PROJETO CRECHE COMO LUGAR DE FORMAÇÃO CONTINUADA

Isabel Simões Dias e, Sónia Correia

Resumo


O artigo apresenta o Grupo Projeto Creche (GPC) como contexto de formação continuada. Sediado no Instituto Politécnico de Leiria (Portugal), este grupo procura refletir e investigar sobre o trabalho docente em contexto de Educação Infantil. Dinamizado por professores do ensino superior, técnicos de educação e professores de Educação Infantil, este projeto tem assumido uma metodologia participativa como estratégia de discussão das preocupações dos seus elementos no âmbito da relação pedagógica. Em 2011/2012, no sentido de compreender o significado formativo e pessoal da participação no grupo, elaboram-se dez reflexões escritas que revelaram a história, a dinâmica e as atividades do grupo. Os dados revelam que o projeto se iniciou em 2008 e que se concretiza num ambiente de cooperação assente nas relações interpessoais. Os seus participantes, em equipa, vão partilhando experiências que fomentam o saber educativo e encetando mudanças pessoais/grupais. Estes dados sustentam uma formação continuada assente na interação entre pares.

Referências


AMADO, João et al. O lugar da afectividade na relação pedagógica. Contributos para a formação de professores, Revista Sísifo/Revista de Ciências da Educação, n.º 8., p. 75-86, 2009.

BOAVIDA, Ana, PONTE, João. Investigação colaborativa: potencialidades e problemas, In GTI (Org), Reflectir e investigar sobre a prática profissional, Lisboa: APM, p. 43-55, 2002.

CORREIA, Sónia, QUARESMA, Ângela, & DIAS, Isabel. Construindo equipa(s): a experiência no Projeto Creche, In I. Pereira, I. Simões Dias, H. Pinto, H. Menino, & R. Cadima (Orgs.), I Conferência Internacional – Investigação, Práticas e Contextos em Educação – Livro de atas, p. 423-424, 2012.

DAY, Christopher. Desenvolvimento Profissional de Professores. Porto: Porto Editora, 1999.

DAY, Christopher. Desenvolvimento Profissional de Pro¬fessores. Os desafios da aprendizagem permanen¬te. Porto: Porto Editora, 2001.

DAMÁSIO, António. O Sentimento de Si. Lisboa: Publicações Europa América, 2000.

DAMÁSIO, António. O Livro da Consciência. A construção do cérebro consciente. Lisboa: Círculo de Leitores, 2010.

DIAS, Isabel et al. Investigando prática (s) educativa (s) na primeira infância – o exemplo do Projecto Creche (IPL – ESECS/NIDE). Cadernos de Educação de Infância, 91, p.46-48, 2010.

ESTEVES, Manuela. Construção e desenvolvimento das competências profissionais dos profes¬sores. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, n.º 8, p.37-48, 2009.

ESTRELA, Maria Teresa & ESTRELA, Albano. Introdução. In M. T. Estrela & A. Estrela (orgs.), IRA — Investigação, Reflexão, Acção e Formação de Pro¬fessores. Porto: Porto Editora, 9 12, 2001.

GLAZER, Evan& HANNAFIN, Michael. The colla¬borative apprenticeship model: situated profes¬sional development within school settings. Tea¬chingandTeacherEducation,22, 2, p. 179 193, 2006.

GOMEZ, Angel. O pensamento prático do professor :a formação do professor como prático reflexivo. Em A. Nóvoa (Ed.), Os professores e a sua formação. Lisboa : Publicações Dom Quixote, p.93-114, 1992.

HOHMANN, Mary & WEIKART, David. Educar a Criança. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2009.

MUIJS, Daniel& REYNOLDS, David. Effective Tea¬ching. Evidence and practice. London: SAGE Publications Ltd., 2005.

NÓVOA, António. Formação de professores e profissão docente. Em A. Nóvoa (Ed.), Os professores e a sua formação. Lisboa : Publicações Dom Quixote, p.15-33, 1992.

OLIVEIRA, Isolina& SERRAZINA, Lurdes. A reflexão e o professor como investigador. In APM-GTI (Ed.), Reflectir e investigar sobre a prática profissional. Lisboa: APM, p. 29-42, 2002.

ROLDÃO, Maria do Céu. Questões de qualidade e eficácia no trabalho de Professores. Noesis, 71 (Out./Dez.), 2007.

SIMÃO, Ana et al. Formação de Professores em contextos colaborativos, Revista Sísifo/Revista de Ciências da Educação, n.º 8, p.61-74, 2009.

SCHÖN, Donald. Educating the reflective practitioner. San Francisco: Jossey-Bass, 1987.

TAVARES, José et al. Manual de Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem. Porto: Porto Editora, 2011.


Texto completo: PDF